Wargames Paintball

Fale conosco:
(11) 3242-5470
(segunda à sexta das 9h às 18h)

(11) 4192-2727 / 9 9990-3518
(sáb, dom e feriados)

 

// 18/05/15 - Estratégia e Adrenalina no paintball

Cenário de guerra com armas e muita estratégia. É assim que os praticantes do paintnball, em Governador Valadares, no Leste de Minas se divertem nos fins de semana nessa modalidade de esporte. Ao todo nove esportistas tiram algumas horas para se enfrentarem na arena. A modalidade ainda não é muito popular na cidade e conta com poucos praticantes.

O Paintball teve origem nos Estados Unidos, quando em 1981, um grupo de doze pessoas resolveu brincar de “capture a bandeira”, utilizando as armas desenvolvidas por engenheiros florestais para marcar árvores e trilhas.

 Em Valadares um dos grupos praticantes é o Rampage  que foi formado há quatro anos. A tática é treinar para, além do lazer, participar de competições. Jeferson Roberto é um dos atiradores de elite valadarense e afirma que cada um tem o próprio equipamento e leva a sério a brincadeira.

- Temos os equipamentos de proteção. Não entramos no campo sem a máscara, também. Mesmo sendo uma brincadeira que tem uma pegada agressiva, temos segurança e respeitamos todas as regras - afirma.

As armas usadas no Paintball, conhecidas como marcadoras, possuem uma ponta laranja e atiram bolinhas de tinta. O grupo comprou o equipamento em um site especializado com nota fiscal. Só podem ser usadas dentro dos campos para a prática do esporte. 

Foi com seriedade que o time se inscreveu no Circuito Brasileiro de Milsin 2015, que aconteceu no último fim de semana em Belo Horizonte. O Rampage enfrentou equipes do Rio Grande do Sul, São Paulo, Rio de Janeiro, Fortaleza entre outros. Cerca de 120 pessoas participaram da competição. 

O circuito contou com times de 11 pessoas. O objetivo do grupo do Jeff, nome de guerra, a Guarda Nacional, era defender um personagem que seria o presidente. O outro grupo, a Oposição, tentava eliminar o o protegido e era preciso impedir essa ação. 

O time de Jeferson encontrou muitas dificuldades, mas se saiu bem no combate. 

- Tinha um atleta que era quase impossível de ser visto, ele estava no meio da vegetação, mas conseguimos eliminá-lo e essa nem era nossa missão. Com o limite de 30 bolinhas, foi difícil, mas saímos ilesos - afirma.

O time gastou, no total, R$ 4 mil para participar da competição e agora espera a divulgação do ranking oficial para saber sua posição no Circuito.

Por Davidson Fortunato sob supervisão de Cida Santana. 


Fonte: www.globo.com



 

©2017 Wargames Paintball
Google+
Desenvolvido por Betalabs

Target Empreendimentos Comerciais e de Lazer Ltda
Tel.: (11) 3242-5470
CNPJ 62.977.830/0001-20

Busca Cliente